Box Set: David Bowie – Station to Station (DELUXE EDITION) [2010]

19 de dezembro, 2012 | por maironmachado
Resenha de Box Set
1
Por Mairon Machado

Quando um box set é lançado, geralmente pensamos: “Puxa, lá vem uma leva de raridades, canções inéditas, outtakes e mimos de determinado artista para com um(a) determinado(a) álbum (carreira). Pois o Box Station to Station, na sua versão DELUXE, não apresenta muito disso na parte musical, e apesar da boa quantidade de mimos materiais, decepciona quando falamos de música em si.
O álbum Station to Station foi lançado por David Bowie em 1976, em um momento complicado da carreira do artista. Afundado em drogas, Bowie resolveu partir para um retiro no Canadá, e lá, gravou o principal álbum da sua fase soul (que ainda inclui o ótimo Young Americans, de 1975), e viu sua carreira tomar novos rumos a partir de então, quando mudou-se para a Alemanha e registrou a trilogia Low (1977), Heroes (1977) e Lodger (1979).

Livreto com fotos e informações
É nessa fase que surge o personagem The Thin White Duke, que assim como Ziggy Stardust, ficou registrado nos anais da história do rock como um dos mais importantes personagens da música mundial. No álbum, somente clássicos, desde a faixa-título (um imponente épico de quase dez minutos de duração), passando por “TVC15”, “Stay”, “Golden Years”, “Word on a Wing” e “Wild is the Wind”. Um dos melhoes discos da carreira de Bowie, sem sombra de dúvidas, e que recebeu um box set comemorativo aos trinta e cinco anos de seu lançamento no final de 2010.
O Box contém nada mais nada menos que cinco CDs, três LPs e um DVD. A princípio, a empolgação pelo material é enorme, mas, quando vamos mergulhar nas canções contidas nesse vasto material, acabamos nos decepcionando.
Memorabilia
A versão original de Station to Station possui pouco menos de quarenta minutos, e o que poderia ter sido ampliado para no mínimo setenta minutos, considerando os relançamentos de outros artistas, naufraga em uma repetição incoerente das canções originais, considerando apenas mixagens diferentes. 
O CD1 apresenta apenas a versão original, com as seis canções citadas e nada mais. Já o CD 2 traz as mesmas seis canções, porém com a masterização feita pela gravadora RCA para o relançamento do álbum, em 1985. Já o CD3 é ainda mais curto, somente com as versões que saíram no formato de compacto para “Golden Years”, “TVC15”, “Stay”, “Word On A Wing” e “Station To Station”, essas duas últimas em versões totalmente inéditas no formato de CD (as demais já haviam saído em outro relançamento de Station to Station, na década de 90). Só nesses três CDs estão pouco mais de cem minutos, o que seria facilmente compilado em dois CDs.
LPs e CDs do show no Nassau Coliseum
Os dois últimos CDs compensam um pouco a frustração, apresentando de forma oficial o show realizado no Nassau Coliseum Uniondale, de Nova Iorque, na noite do dia 23 de março de 1976, promovendo Station to Station com uma banda competentíssima, destacando a presença do tecladista Tony Kaye (ex-Yes).
Mas, ao voltarmos nossos ouvidos para os LPs, recebemos no primeiro LP a versão original de Station to Station, e nos outros dois, o show no Nassau Coliseum Uniondale sem tirar nem pôr nenhuma canção a mais. Pior ainda é o DVD. 
Para quem espera ver uma apresentação ao vivo com a bela produção de palco feita para a turnê do álbum, ou clipes de Bowie, nada disso. O DVD é apenas de áudio, trazendo as seis canções de Station to Station no formato original, com uma masterização stereo mix 48/24 LPCM stereo e no formato 5.1 Surround, ou seja, nada de mais para um disco tão importante. Enquanto ouvimos as canções, a tela da TV fica apenas apresentando o nome da canção que estamos ouvindo. Decepcionante …
Memorabilia
Por outro lado, considerando a parte gráfica de Station to Station DELUXE EDITION, o fã não tem do que reclamar. Dentro da enorme (e pesada) caixa que estão os CDs, LPs e DVD, também estão presentes um pôster gigante de Bowie no papel de “O Homem que Caiu na Terra” (1976), um livreto com vinte e quatro páginas trazendo fotos inéditas do show no Nassau, bem como fotos raras de Bowie e de memorabilia (a maioria já conhecida do site bowienet), uma pasta chamada On Stage 1976, com seis fotos de Bowie no formato painel, réplica do acesso aos camarins, réplica do ingresso, réplica de uma Biografia de Bowie, digitada na máquina de escrever e apresentada aos fãs durante os shows, réplica do histórico dos membros da banda que acompanhavam Bowie durante a turnê (cujo original era divulgado à imprensa) e ainda três imagens de Bowie no tamanho 10″x8″.

LP, DVD e CDs com Station to Station em diferentes mixagens

Complementa a sessão de mimos outra pasta, a Replica Fan Club, trazendo uma réplica do cartão de Membro do Fã Clube de Bowie, assim como o certificado de participação no mesmo, na qual o fã comprador pode colocar seu nome, dois cartões de colecionador, duas fotos no formato A4, dois bottons e uma réplica de quatro páginas da biografia de Bowie. 
Enfim, a caixa em termos de mimos é uma interessante pedida, mas considerando a parte musical, os responsáveis bem que poderiam ter caprichado um pouco mais. Se você é muito fã, e tem o dinheiro do décimo terceiro sobrando, atire-se. Se não, invista na versão original que já está valendo a pena.

Todo o vasto material da edição DELUXE de Station to Station

Track list

CD 1: Station To Station (original analogue master)
 

1. Station To Station
2. Golden Years
3. Word On A Wing
4. TVC15
5. Stay
6. Wild Is The Wind

CD 2: Station To Station (1985 RCA CD master) 

1. Station To Station
2. Golden Years
3. Word On A Wing
4. TVC15
5. Stay
6. Wild Is The Wind

CD 3: Singles Versions E.P. 


1. Golden Years
2. TVC15
3. Stay
4. Word On A Wing 
5. Station To Station (PREVIOUSLY UNRELEASED VERSION)

CD 4: Live Nassau Coliseum ’76


1. Station To Station
2. Suffragette City
3. Fame
4. Word On A Wing
5. Stay
6. Waiting For The Man
7. Queen Bitch

CD 5: Live Nassau Coliseum ’76 

1. Life On Mars?
2. Five Years
3. Panic In Detroit
4. Changes
5. TVC15
6. Diamond Dogs
7. Rebel Rebel
8. The Jean Genie

DVD: audio only


Station To Station (original analogue master, 96/24 LPCM stereo)
Station To Station – (new Harry Maslin 5.1 surround sound DTS 96/24 and Dolby digital)
Station To Station (new stereo mix 48/24 LPCM stereo)

* Os LPs apresentam o mesmo track list dos CDs 1, 4 e 5.



1 Comentario

  1. diogobizotto disse:

    Eu penso que essa reedição de luxo justifica-se apenas pelos novos e magníficos atrativos visuais, constituindo o produto definitivo e mais completo possível para cobrir a fase "Station to Station". Musicalmente, imagino que o grande "problema" seja o fato de Bowie simplesmente não ter registrado material extra em estúdio nessa época limitando-se a completar o que o LP pedia. Na verdade, isso acaba não sendo tão ruim assim, pois muitas vezes os out-takes não passam de versões irritantemente iguais às originais ou simplesmente não acrescentam em nada. Se eu tivesse a grana, ah, eu compraria, afinal, pra mim, trata-se do melhor disco da carreira de Bowie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *