Fish On Friday – Airborne [2012]

11 de novembro, 2016 | por Christiano Almeida
Resenha de Álbum
7

cover

Por Christiano Almeida

O que define um bom disco ou mesmo uma música agradável? Arranjos complexos? Peso? Velocidade? Parece que nenhum destes elementos é sinônimo de boa música. Não são poucos os exemplos de super-grupos, formados por grandes músicos, que geraram enormes expectativas e se tornaram imensas decepções. Por isso, apostar somente em técnica, virtuose, peso etc. não é garantia de bons resultados.

Toda essa conversa é para apresentar uma banda belga formada por músicos de estúdio. Uma espécie de The Alan Parsons Project dos dias atuais, o Fish On Friday surgiu da parceria entre o músico e produtor Frank van Bogaert e o tecladista William Beckers, ambos fãs de rock progressivo.

Airborne, o segundo álbum da banda, apresenta uma sonoridade que pode ser descrita como soft progressive, algo entre o que o Pink Floyd fez no The Division Bell [1994] e os clássicos do The Alan Parsons Project, só que com uma linguagem um pouco mais atual.

band

A primeira faixa, “Welcome”, já deixa claro o esmero com a produção e o bom gosto dos arranjos, sem exageros desnecessários. Logo que surgem os vocais, é impossível não lembrar de David Gilmour, uma vez que a voz de Frank Van Bogaert, em alguns momentos, soa bastante parecida com a do guitarrista do Floyd.

“Maybe this is the Blues” é outro belo momento de Airborne, com um clima contemplativo e ótimas melodias vocais. A faixa título chega a lembrar algumas coisas de bandas progressivas que flertaram com o AOR, como Keats e Pilot.

Após o lançamento do terceiro disco, Godspeed [2014], o baixista Nick Beggs [Steve Hackett, Porcupine Tree, Seal] conseguiu apresentar o trabalho do Fish On Friday para o próprio Alan Parsons, que convidou a banda para gravar com ele no famoso estúdio Abbey Road. O resultado desta colaboração deve ser lançado em breve.

Tracklist:

1. Welcome
2. She’s Going Crazy
3. This Cruel World
4. Maybe This the Blues
5. Airborne
6. I’m an Island
7. Back to Your Moon
8. Angels Never Die
9. Not a Sad Song
10. Blood On Your Hands
11. Alien City
12. Here We Stand

Lineup:

William Beckers  – teclados, bateria, compositor, produtor

Frank Van Bogaert  – vocal, produtor, compositor,  teclados

Marty Townsend – guitarra

Marcus Weymaere –  bateria

Bert Embrechts – baixo

Nick Beggs  – baixo em “Welcome”

 



7 Comentarios

  1. Fernando Bueno disse:

    O Christiano consefuiu em poucas palavras me chamar atenção. Tambem… citando Pink Floyd, david Gilmour e Alan Parson é facil eu me interessar…,ouvirei

    • Christiano disse:

      Sempre acho muito difícil comentar sobre discos que gosto muito. Mas não podia deixar de indicar essa banda.

  2. maironmachado disse:

    Cara, cada dia de passo me convenço que não conheço nada de música. É cada banda que aparece. Ainda bem que temos esses desbravadores por aqui

  3. Fernando Bueno disse:

    Caramba….
    Ouvindo o disco aqui e a cada música gosto mais…

  4. Christiano disse:

    Cara, eu já tinha percebido essa semelhança. É bem parecido! rsrs
    Mas a banda é ótima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *